PROXIMAS LUTAS UFC 2014

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Em entrevista, Dilma diz que não há "base real" para impeachment

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff disse que não teme o impeachment por entender que não há “base real” para um eventual processo. Dilma afirmou, ainda, considerar que o assunto tem caráter de luta política contra seu governo. As declarações foram feitas em entrevista ao jornal mexicano La Jornada e divulgadas neste domingo (24) pela Presidência da República. “O impeachment está previsto na Constituição. Ele é um elemento da Constituição, está lá escrito. Agora, o problema do impeachment é sem base real, e não é um processo, e não é algo, vamos dizer assim, institucionalizado. Eu acho que tem um caráter muito mais de luta política. Ou seja, é muito mais esgrimido como uma arma política. Uma espécie de espada política, mistura de espada e de dama que querem impor ao Brasil”, disse. “A mim não atemorizam com isso. Eu não tenho temor disso, eu respondo pelos meus atos. E eu tenho clareza dos meus atos”, completou.

A presidenta, que inicia hoje (25) visita oficial ao México, também falou sobre a aproximação entre os Estados Unidos e Cuba, comentou a situação de países da América Latina e destacou a importância da Petrobras. Dilma espera que a aproximação entre Cuba e os Estados Unidos se aprofunde e leve ao completo fim o embargo econômico. “Eu sei que não depende do Executivo americano, depende do Congresso americano, mas esse será um passo fundamental”, considerou. Em sua avaliação, a aproximação encerra a guerra fria no continente. Ao falar sobre os vizinhos da América Latina, a presidenta disse que é a favor de que na Venezuela se respeite a ordem democrática por parte do governo e da oposição. Destacou, ainda, que os conflitos e manifestações fazem parte da democracia. “Não acredito que a democracia engendre situações de paz dos cemitérios. A democracia engendra manifestações de rua, reivindicações, a democracia engendra expressão de descontentamento.” Em relação à Petrobras, a presidenta garantiu que a petrolífera é uma empresa poderosa que tem 90 mil funcionários e passou por um processo de investigação na Operação Lava Jato em que quatro funcionários estão sendo acusados de corrupção. “Ninguém pode falar antes de serem condenados, mas todos os indícios são no sentido de que são responsáveis pelo processo de corrupção.” Dilma ficará no México até a quarta-feira (27) e terá agenda extensa, que inclui a assinatura de um acordo para facilitar os investimentos entre os dois países.

fonte: http://new.d24am.com/noticias/politica/entrevista-dilma-base-real-para-impeachment/134491

Criança causa incêndio em casa após tentar acender fogão no Educandos

 

Manaus - Um incêndio atingiu uma residência, na manhã desta segunda-feira (25), no bairro Educandos, zona sul da capital. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o incêndio aconteceu por volta de 6h e foi causado por uma criança de nove anos. Conforme informações do Corpo de Bombeiros, a criança teria tentado acender o fogão quando, sem perceber, colocou fogo em uma toalha que estava próxima. Com o susto, o menino, de nove anos, tentou afastar a toalha que caiu na cama do quarto principal dando início ao incêndio.

O fogo atingiu apenas o quarto principal da casa. Segundo o Corpo de Bombeiros, nenhuma pessoa ficou ferida no incêndio.

fonte: http://new.d24am.com/noticias/amazonas/crianca-causa-incendio-casa-apos-tentar-acender-fogao-educandos/134490

Dana White mostra indecisão em relação ao próximo adversário de Weidman

 

O presidente do UFC, Dana White, mostrou na madrugada deste domingo que ainda não decidiu quem será o próximo desafiante de Chris Weidman pelo cinturão do peso médio. Depois de confirmar Ronaldo ‘Jacaré’ como próximo rival do norte-americano, ele fez o mesmo com Luke Rockhold.  Os dois são os principais nomes na ‘fila’ pelo ‘title shot’. Em entrevista ao site do UFC, Dana revelou uma conversa com o empresário de Jacaré, que é capixaba mas nasceu para o mundo das lutas em Manaus, e chegou a confirmar que ele seria o desafiante.  “O empresário do Jacaré me ligou no final da luta entre Weidman e Belfort disse que Jacaré estava pronto para o Chris Weidman. Então, provavelmente será Jacaré contra Chris Weidman em seguida”.

Logo em seguida, no entanto, ao ser questionado sobre a situação de Rockhold na categoria, Dana mostrou seu atual estágio de indecisão. “Tudo pode acontecer, vamos ver como tudo vai acontecer. Luke Rockhold é, obviamente, o desafiante número um, vamos ver o que acontece”, afirmou ele. Se a dúvida persiste no peso médio, entre os leves Dana White já está mais que decidido: Donald Cerrone será o próximo adversário do brasileiro Rafael dos Anjos, atual campeão da categoria. “Caubói é definitivamente o próximo desafiante ao cinturão. Ele luta contra qualquer um, em qualquer lugar, a qualquer hora. Ele sempre mantém a compostura, aceita os duelos, pareceu muito bem essa noite. Caubói é o próximo da fila”.

fonte: http://new.d24am.com/esportes/lutas/dana-white-mostra-indecisao-relacao-proximo-adversario-weidman/134467

domingo, 24 de maio de 2015

Weidman suporta pressão inicial, castiga Vitor Belfort e mantém cinturão

 

Manaus - O começo eletrizante não foi suficiente para Vitor Belfort. Ele começou bem na disputa de cinturão dos médios do UFC contra Chris Weidman, mas viu seu adversário virar o jogo e conquistar a vitória por nocaute técnico ainda no primeiro round. O combate foi realizado na madrugada deste domingo, em Las Vegas.
Buscando a histórica marca de três títulos em três categorias diferentes, Vitor Belfort mostrou muito ímpeto no começo do combate e esteve perto de nocautear o campeão. Belfort disparou uma dura sequência de socos no norte-americano, que assimilou bem os golpes desferidos pelo brasileiro. 

Assim que Belfort deu espaço para Weidman, ele conseguiu manter distância e partiu para aquilo que faz melhor: o jogo de chão. Ele conseguiu derrubar o brasileiro sem muitas dificuldades e a partir de então dominou. Com um 'ground and pound' eficiente, o norte-americano castigou o brasileiro e o árbitro Herb Dean não teve outra alternativa senão interromper a luta aos 2m53s do primeiro round. 

Ao final do combate, Weidman exaltou o brasileiro, mas não deixou de levantar suspeitas sobre suas condições físicas. "Eu tinha programado na mente que seria uma luta agarrada. Mas quero uma salva de palmas para Vitor Belfort, ele é uma lenda do esporte. Eu sou a última pessoa que gosta de falar mal dos outros, só tinha algo de errado com seus testes. Mas não quero xingar ninguém", disse Weidman. O brasileiro mostrou-se resignado com o resultado e elogiou o rival.  "Tentei evitar a luta embaixo, eu estava indo bem, devia manter minha distância, mas ele me derrubou. Parabéns a ele. Sua força é o solo e o wrestling. Eu queria dar meu tempo, mas ele é um campeão, foi o melhor homem hoje", disse Belfort.

fonte: http://new.d24am.com/esportes/lutas/weidman-suporta-pressao-inicial-castiga-vitor-belfort-mantem-cinturao/134456
 
 

Partidos são contra arquivamento de processo e pedem anulação de eleições em Coari

Processo que pede cancelamento da eleição em Coari, a partir da anulação dos votos do 3º colocado - ex-prefeito Arnaldo Mitouso (PMN) -, foi rejeitado pela Justiça Eleitoral no município

Com exceção do PTB, os partidos que pediram a anulação da eleição de Coari contestaram a iniciativa do advogado Francisco Balieiro que pediu o arquivamento do processo. Na quinta-feira, os representantes do PMDB, PRP, PSD e PHS constituíram a advogada Natividade Magalhães para retomar o caso. No documento entregue ao TRE-AM, as legendas afirmam que foram surpreendidas pela medida adotada por Balieiro. E pedem que o processo tenha continuidade. O pedido de desistência do processo foi apresentado no último dia 15. O relator da matéria, jurista Délcio Santos, suspendeu o julgamento do caso, marcado para a quarta-feira e determinou que o prefeito de Coari, Raimundo Magalhães e o Ministério Público Eleitoral (MPE) se manifestassem a cerca da desistência. A defesa de Magalhães já apresentou sua manifestação.

O processo que pede o cancelamento da eleição em Coari, a partir da anulação dos votos do terceiro colocado no pleito, o ex-prefeito Arnaldo Mitouso (PMN), foi rejeitado pela Justiça Eleitoral do município. Os partidos entraram com um recurso no Tribunal Superior Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). Alegam que Mitouso ficou inelegível por conta de condenação por homicídio emitida pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TRE-AM) durante a campanha. O parecer emitido pelo MPE diz que o pedido não tem amparo legal e que a ação de anulação de eleição não existe no ordenamento jurídico. Ressalta que a Ação de Impugnação de Registro de Candidatura de Mitouso foi negada pelo juízo eleitoral de Coari, decisão confirmada pelo TRE-AM e mantida pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Tofolli, que arquivou o processo. A medida garantiu a validade dos votos do ex-prefeito.

A tese levantada pelos partidos é de que o cancelamento dos votos de Mitouso (10.071) e do prefeito Adail Pinheiro (15.271), que teve o mandato cassado pelo TSE no dia 17 de dezembro do ano passado, representam mais de 70% da votação válida, o que daria motivo para a anulação do pleito, segundo a legislação. A reportagem ligou para o telefone do advogado Francisco Balieiro para ele explicar os motivos da desistência e a reação dos partidos a essa decisão, mas as ligações não foram atendidas. Antes de pedir a desistência do recursos judicial, Balieiro afirmou que a culpa por Mitouso ter o registro de candidatura mantido, mesmo com a condenação por homicídio, foi do Ministério Público Eleitoral que não levantou essa questão após a decisão do TJ-AM.

Briga por cargo é travada em duas frentes

A guerra pelo comando da prefeitura que rende por ano, só de royalties pela exploração petróleo na base de Urucu, R$ 92 milhões, é travada em duas frentes.Uma no TRE-AM, com o pedido de anulação da eleição. Outra na Câmara de Vereadores do municipio, onde parlamentares comandados pelo presidente da Casa, Iranilson Medeiros, tentam cassar o prefeito que foi empossado no dia 16 de abril.
O mote da comissão processante na Câmara de Coari é a suposta negociação de secretarias entre o atual prefeito Raimundo Magalhães e o empresário Thiago Caliri Queiroz, que responde a duas ações no Fórum Henoch Reis por suposta prática de estelionato.

Os dois inquéritos policiais tramitam na 4ª Vara Criminal da capital. E têm como responsável a juíza Margareth Rose Cruz Hoaegen. Iranilson foi prefeito interino do município no período de 19 de março a 16 de abril, quando foi substituído por Raimundo Magalhães, o segundo colocado na eleição de 2012.
Antes dele, em 2015, assumiram a prefeitura os vereadores Carlos Merelo e Iliseu Monteiro.

fonte: http://acritica.uol.com.br/noticias/Partidos-autorizaram-Francisco-Balieiro-Coari_0_1362463765.html

sábado, 9 de maio de 2015

'Dia D' contra a gripe mobiliza para garantir vacinação a 932,2 mil no AM

 
O Dia de vacinação contra a gripe, hoje, terá 929 postos de vacinação em Manaus. A mobilização nacional da 17ª Campanha de Vacinação contra a Influenza (gripe) foi aberta às 8h na Unidade Básica de Saúde (UBS) Balbina Mestrinho, na Rua 17, nº 170, Núcleo 3, bairro Cidade Nova, zona norte da capital. A vacinação começou no dia 27 de abril com a aplicação da dose em 171 unidades de saúde. Neste sábado, além das UBSs, haverá a distribuição de postos fixos e volantes de vacinação em diversos pontos da cidade, incluindo supermercados, centros comerciais, terminais de ônibus, igrejas e centros de convivência. O trabalho vai envolver 4,5 mil profissionais de saúde.

Homens e mulheres com mais de 60 anos formam o público-alvo da campanha. Também precisam ser vacinados trabalhadores de saúde, indígenas, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade, as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Presos e funcionários do sistema prisional também devem ser imunizados. A Secretaria de Estado da Saúde (Susam) informou que haverá postos de vacinação nos 62 municípios do Estado para garantir a imunização ao maior número possível de pessoas. O secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, recomendou que as pessoas integrantes dos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde para tomar a vacina aproveitem este sábado para garantir a imunização. No Amazonas, a estimativa é de que 932.291 pessoas sejam imunizadas durante a campanha, prevista para se estender até o dia 22 deste mês.

A influenza é uma doença respiratória infecciosa de etiologia viral, que pode levar a complicações graves e ao óbito. Para preveni-la, é importante manter os hábitos saudáveis de higiene, como  lavar as mãos sempre e manter os ambientes arejados.   O diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), infectologista Bernardino Albuquerque, explica que a criação de anticorpos ocorre entre duas e três semanas após a aplicação da vacina. “Por isso, é importante que as pessoas procurem a vacinação no período da campanha”, frisou.

Eficácia

Segundo o Ministério da Saúde (MS), a vacina contra a Influenza é uma das medidas mais eficazes de prevenção a complicações e casos graves de gripe. Conforme o ministério, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de internações hospitalares por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade. Bernardino ressalta que, em pessoas com doenças agudas febris moderadas ou graves, a recomendação é adiar a vacinação até a resolução do quadro. A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores, bem como a qualquer componente da vacina ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

fonte: http://new.d24am.com/noticias/saude/contra-gripe-mobiliza-para-garantir-vacinacao-9322/133641

TCE vai à Coari apurar indícios de irregularidades no município

Entre suspeitas estão elevados salários na folha de pessoal do município, como o contracheque de um vigia que ganhou mais de R$ 7 mil no mês de fevereiro

Uma equipe do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) desembarcará em Coari (a 370 quilômetros de Manaus) para apurar, dentre outros indícios de irregularidades, elevados salários na folha de pessoal do município como o contracheque de um vigia que ganhou mais de R$ 7 mil no mês de fevereiro. De janeiro a abril deste ano, o município já teve quatro prefeitos. O atual detentor do posto, Raimundo Magalhães (PRB), foi o segundo colocado na eleição de 2012, e ganhou o direito de assumir o cargo após a cassação do registro de candidatura do prefeito Adail Pinheiro (PRP). Na quarta-feira, Magalhães pediu ao presidente do TCE-AM, Josué Neto uma inspeção nas contas do municipio. De acordo com o diretor de controle externo do tribunal, Pedro Augusto, foram designados para a tarefa o diretor da área de administração direta Lourival Aleixo, e a diretora da área de admissões, concurso público e pessoal, Holga Naito. Os técnicos retornarão a Manaus na sexta-feira. “O prefeito pediu ajuda no sentido de orientar, avaliar alguns documentos que foram encontrados e orientar os servidores, diante da alternância de poder. Guardadas as devidas proporções vamos fazer o mesmo que o Ministério Público fez no município”, disse Pedro Augusto.

No final de abril, o procurador-geral de Justiça Fábio Monteiro esteve em Coari e levantou uma série de denúncias que estão sendo apuradas pelo MPE. A missão dos técnicos do TCE-AM, além de levantar os indícios de irregularidades apontados por um levantamento que está sendo feito pela atual gestão é de orientar para onde essas informações devem ser encaminhadas. “O prefeito revelou preocupação com fornecedores, atrasos, não recebeu controle dos contratos. Havia visita de várias pessoas cobrando a prefeitura, prestadores de serviços com pagamento em atraso, a questão da área de educação que ele teve que reativar o período escolar, a questão da coleta de lixo, da área de saúde”, disse o diretor do TCE-AM.
Um dos casos que chamou a atenção da atual gestão na folha de pagamento do município de fevereiro foi salário do vigia André da Silva no valor de R$ 7.088,00. Cópia da folha de pagamento da prefeitura encaminhada pela assessoria do prefeito mostra que o servidor tinha salário base de R$ 300,00, gratificação de atividade I, de R$ 3 mil; gratificação de atividade III, de R$ 2 mil; gratificação de atividade V, de R$ 1 mil; gratificação de atividade VIII, de 300; e complemento de salário mínimo de R$ 488. “Esse é apenas um dos muitos casos. Tem salário de até R$ 60 mil, de um médico que afirma só ter recebido pouco mais de R$ 30 mil”, disse a assessoria do prefeito. 

De acordo com o diretor de controle externo do TCE-AM, a partir de 25 junho outra equipe de técnicos irão a Coari para levantar a situação das contas de 2014. “Quando a comissão ordinária for ao final de junho vai ter foco também no primeiro quadrimestre de 2015. Por conta da alternância de poder. Fazemos isso também nos municípios em estado de calamidade”.

Em números

17 Milhões de reais é o valor aproximado da receita mensal da prefeitura de Coari. Por ano, o município ganha mais de R$ 90 milhões de royalties.

Documentos sumiram da Prefeitura

O sumiço de documentos da prefeitura de Coari virou caso de polícia. O procurador geral do município André Luiz de Oliveira registrou um boletim de ocorrência no final de abirl contra o ex-secretário de administração José Henrique Oliveira e servidores do setor de folha de pagamento que haviam se comprometido a devolver a lista de salários pagos em março. A denúncia foi registrada no dia 21 de abril. De acordo com a assessoria do prefeito Raimundo Magalhães esses documentos ainda não foram entregues. Na checagem que está sendo feita nos bancos onde a prefeitura tem conta corrente, de acordo com a assessoria do prefeito, já foram identificados pagamentos, em março, para parentes de vereadores que ocuparam cargos de secretários municipais por doze dias de trabalho que chegam a R$ 19 mil.
 
fonte: http://acritica.uol.com.br/noticias/prefeitura-Coari-TCE-sanear-municipais_0_1354064597.html

Defesa Civil decreta situação de emergência em Coari por conta da cheia dos rios no AM

Município é o 21º em anormalidade devido a subida das águas: 20 estão em situação de emergência e Boca do Acre é o único em estado de calamidade pública

O município de Coari, na calha do Médio Solimões, foi considerado em situação de emergência devido a enchente dos rios no Amazonas nesta sexta-feira (8), após decreto da Defesa Civil do Estado. Agora são 21 municípios amazonenses em anormalidade por conta da subida das águas, 20 em situação de emergência e um (Boca do Acre) em estado de calamidade pública. Nos últimos dois dias, técnicos da Defesa Civil estiveram em Coari para atestar a anormalidade e avaliar os danos. O nível de subida do rio atingiu em 17 metros – a máxima registrada foi em 2012, com 17,65 metros. Segundo a Defesa Civil, em Coari há 4.350 famílias afetadas pela cheia, dez alojadas em abrigos municipais. Coari será incluída no cronograma de ajuda humanitária do Governo do Estado. “Assim como os demais municípios em anormalidade, que já foram atendidos pelo Governo do Estado com o suporte alimentar e outros itens essenciais, Coari entra agora no cronograma de apoio do órgão”, garantiu o Roberto Rocha, Secretário da Defesa Civil AM.

São, ao todo, 21 municípios em anormalidade por conta da cheia das calhas do Juruá, Purus e Solimões. Desses, 20 em situação de emergência e um em estado de calamidade pública (Boca do Acre). O Governo, por meio da Defesa Civil, já destinou às cidades 374 toneladas de alimentos não perecíveis, para garantir a proteção alimentar dos ribeirinhos, que nesta época ficam com a produção agrícola comprometida.

 

Em situação de emergência estão os municípios de Itamarati, na região do Juruá; Guajará (Juruá); Ipixuna (Juruá); Eirunepé (Juruá); Envira (Juruá); Canutama (Purus); Tapauá (Purus); Carauari (Purus); Pauiní (Purus); Lábrea (Purus); Atalaia do Norte (Alto Solimões), Benjamin Constant (Alto Solimões), Tabatinga (Alto Solimões); Amaturá (Alto Solimões); Santo Antônio do Iça (Alto Solimões); São Paulo de Olivença (Alto Solimões), Tonantins (Alto Solimões); Tefé (Médio Solimões); e, agora, Coari (Médio Solimões). Ainda conforme a Defesa Civil Estadual, quatro municípios do Amazonas estão em situação de alerta: Humaitá, na região do Madeira; Fonte Boa, na região do Médio Solimões; Uarini e Alvarães, os dois também na região do Médio Solimões.

Ajuda humanitária

De acordo com a Defesa Civil, 145.450 pessoas foram afetadas com a subida do nível dos rios, sendo 29.083 famílias. O total de ajuda humanitária enviada pelo Governo foi 374 toneladas de alimentos não perecíveis, além de kits dormitório (colchões, redes, mosquiteiros), kits de higiene pessoal, medicamentos, filtros de água, hipoclorito de sódio.

Repasse financeiro

Conforme a assessoria de imprensa da Defesa Civil do Estado, os municípios do Amazonas que receberam recursos públicos por conta da enchente dos rios foram Boca do Acre (R$ 550,000); Envira (R$ 200,000); Itamarati (R$ 200,000); e Eirunepé (R$300,000).

Campanha

Uma campanha chamada Governo Solidário já arrecadou 43 toneladas de alimentos. As instituições doadoras são SEAS, Fundo de Promoção Social, Universidade da Terceira Idade, Café do Norte, Susam, Grupo Infantil Vida e Arte (projeto GIVA) em parceria com a Escola Municipal João Alfredo, localizado no Bairro da Paz, Centro Educacional Século, Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, Uninorte e populares.

fonte: http://acritica.uol.com.br/amazonia/defesa-civil-situacao-emergencia-Coari-AM-cheia-rios-AM_0_1353464650.html

quarta-feira, 6 de maio de 2015

VEREADOR DE COARI É UM PALHAÇO: Após ameaça de agressão física, Luiz Castro aciona a Justiça

O presidente da Câmara de Coari, Iranílson Medeiros, disse que dará um soco na cara do parlamentar quando o encontrar


O deputado Luiz Castro (PPS), em discurso na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) nesta terça-feira (5), informou que está tomando as medidas jurídicas cabíveis para que as ameaças contra ele, feitas pelo presidente da Câmara de Coari, Iranílson Medeiros (DEM), na semana passada, sejam apuradas. Castro vai encaminhar o vídeo com a ameaça ao Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) e ao Ministério Público Estadual (MP-AM). “Nenhum discurso insano com ameaças de agressão física, vai me intimidar ou impedir que eu continue lutando contra a corrupção e a pedofilia", declarou o parlamentar, na tribuna da Casa.

Na sessão do dia 29 de abril, em discurso na tribuna da Câmara Municipal, o vereador Iranilson Medeiros ameaçou agredir fisicamente o deputado. A coluna Sim&Não noticiou o episódio. Em seu discurso na ALE-AM, o deputado Luiz Castro disse que mais uma vez é alvo de ameaças por ousar confrontar o esquema de corrupção que age no município e se que alimentava dos royalties da exploração de gás natural. Segundo Luiz Castro, "o discurso desequilibrado do vereador deixa claro que não se trata de questão política, mas de um aviso do crime organizado". “Nunca tratei adversário político com violência. Não concordo com os métodos intimidatórios e truculentos, por isso não responderei, descendo a esse nível”, afirmou. As palavras de baixo nível proferidas pelo vereador, de acordo com o deputado, ferem os princípios da conduta básica de convivência  política e ofendem a todo o Parlamento Estadual.

Luiz Castro recebeu a solidariedade dos deputados Serafim Corrêa (PSB), Bosco Saraiva (PSDB), Sabá Reis (PR), José Ricardo (PT), Dermilson Chagas (PDT), David Almeida (PSD), Adjuto Afonso (PP) e Abdala Fraxe (PTN). Castro desagravou também o deputado Abdala Fraxe, que TAMBÉM foi ameaçado pelo vereador de Coari. O deputado afirmou também que continuará lutando pelo resgate da dignidade da população de Coari  e pelos direitos de crianças e adolescentes do município.

Ameaças

Ao chamar Luiz Castro de "deputadozinho de meia tigela” e dizer que o dedo dele é “sujo de lama” porque ele já foi prefeito de Envira, Iranílson Medeiros afirmou que está preparando um dossiê contra o parlamentar. “Eu estou preparando um dossiê, e eu quero, senhor presidente, que esse pronunciamento vá até o gabinete desse deputado, para ele respeitar o povo de Coari”, disse; “Quem é você, deputado? Apontar o dedo sujo de lama. Seu sogro também foi pego na pedofilia. Vossa Excelência, esse deputado, ele foi prefeito do Envira, tem rabo de palha também, é um podre, é um sujo”, completou.

                                   

"Respeite o povo de Coari! Eu ainda vou te encontrar um dia na rua, e o primeiro murro que eu vou dar em cima da tua cara é pelo povo de Coari, pode ter certeza disso. Isso não vai ficar impune não. Eu não tenho medo de ti deputado. Respeite. Eu vou te encontrar em shopping, meio de rua, onde eu te encontrar", disparou o vereador, em discurso inflamado no plenário da Câmara Municipal. "Mas o primeiro murro vai ser na cara, quando tu cair, eu eu vou ser o José Aldo, montar em cima e dizer assim: esse aqui é pela minha família, é pela minha honra, seu crápula, seu cretino”, prosseguiu. No fim do seu discurso, Iranílson Medeiros repetiu a frase  que ficou famosa na sua passagem pela Prefeitura de Coari. "Ao Agora eu digo, como eu disse para os professores: acabou a putaria".

fonte: http://acritica.uol.com.br/noticias/asasa_0_1351664847.html

sábado, 2 de maio de 2015

BANDO DE PALHAÇO: Ex-prefeito pede cassação do diploma do prefeito de Coari, com ajuda de ex-funcionário de ARNALDO MITOUSO

 
Manaus - O presidente da Câmara Municipal de Coari e ex-prefeito de Coari, Iranilson Medeiros (DEM), ingressou com um recurso contra expedição de diploma do atual prefeito Raimundo Magalhães. No recurso o advogado Aldervan de Souza Cordovil (ex- funcionário do governo ARNALDO MITOUSO), que representa o vereador Iranilson, alega que  Magalhães não pode ser prefeito porque o terceiro colocado na eleição de 2012 em Coari, Arnaldo Mitouso (PMN) estava inelegível naquele ano e, por isto, os votos dele deve ser invalidados. Caso isto realmente ocorra, a eleição em Coari será anulado porque mais de metade dos votos do pleito de 2012 estarão inválidos.

Naquele ano, o ex-prefeito cassado Adail Pinheiro (PRP), que já teve os votos anulados obteve 42% dos votos válidos e Mitouso, 28%. Em novembro de 2011, Mitouso foi condenado pelo assassinato do ex-prefeito de Coari Odair Geraldo em 1995. Com a condenação, ele está inelegível pelo prazo de oito anos e, pela legislação eleitoral, não pode concorrer a cargo eletivo. “A lei eleitoral dá previsão legal para que os partidos que se sentirem prejudicados ingressar com este recurso. Ele foi ingressado no período legal, que é até três dias após a diplomação. Então estamos informando que os votos do terceiro colocado devem ser anulados porque esta inelegível, segundo prova os documentos que constam nos autos.”, afirmou o advogado.

8ª Zona Eleitoral

O recurso está tramitando desde o dia 20 na 8ª Zona Eleitoral em Coari sob responsabilidade da juíza Dinah Câmara de Souza. Desde o dia 29, o processo está com a juíza eleitoral em Coari em fase de conclusão. Em 28 de abril, os ingressantes da ação juntaram ao processo cópia da ação de retotalização dos votos majoritários, cópia da certidão que não foi feita retotalização  dos votos das eleições de 2012 para o cargo majoritário, espelho da ação criminal principal de Mitouso e espelho de recurso de embargos.
A advogada de Magalhães, Maria Beningo, afirmou que presidente da Câmara ingressou com o recurso sem apresentar provas. “O Magalhães e seu vice (Clemente Fernandes do  PTC) foram notificados para apresentar suas defesas. Esta é uma ação decadencial, ou seja, quando se perde o prazo já perde o direito, e não se pode juntar documentos depois, por conta disto será pedido a extinção do processo por falta de provas porque eles alegaram que se deve anular os votos do Mitouso mas não juntaram nada nos autos”, afirmou. Ainda de acordo Maria, o presidente da Câmara só juntou documentos após o prazo e a juíza abriu outro prazo para a defesa se manifestar.

Câmara Municipal de Coari cria CPI

O ex-secretário de comunicação de Coari Franklin Thompson informou que, na quarta-feira, a Câmara Municipal de Coari aprovou a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar uma denúncia veiculada no site Portal do Zacarias que o atual prefeito negociou cargo em uma secretaria municipal em troca de dinheiro. No texto publicado no Portal do Zacarias, é mostrado imagens de uma conversa por aplicativo ‘WhatsApp’ onde é aparece o nome do atual prefeito e um empresário, identificado pelo ex-secretário como  Thiago Queiroz. Segundo Thompson a CPI irá ouvir o empresário  sobre o teor da conversa e até fazer uma perícia no celular do prefeito. “Não está descartada uma acareação entre o empresário e o prefeito”, disse.

Ainda segundo o ex-secretário, a comissão ainda irá investigar a denúncia de que a gestão anterior sumiu que os documentos da prefeitura, incluindo os referente a folha de pagamento. “Iremos convocar o atual e o ex-secretário de administração para esclarecer esta questão do sumiço da folha”, disse. O procurador geral do município de Coari André Luiz de Oliveira afirmou que a CPI vai investigar uma fraude. “Este caso já está sendo apurado pelo secretário de justiça Sérgio Fontes e, se a CPI vai verificar esta situação está fadada a naufragar porque aquilo foi uma montagem grosseira. Isto tudo será resolvido pela investigação da polícia, inclusive, o próprio secretário disse que esta  montagem foi algo quase  infantil ”, disse.

FONTE: http://new.d24am.com/noticias/politica/prefeito-pede-cassacao-diploma-prefeito-coari/133231

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Terremoto de 6,8 graus atinge Papua Nova Guiné

Sydney - Um terremoto de 6,8 graus de magnitude foi registrado nesta sexta-feira em Papua Nova Guiné, 110 km ao sudoeste da cidade de Kopoko, anunciou o Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS). O tremor, a uma profundidade de 53 km, aconteceu às 8h06 GMT (5H06 de Brasília), 689 km ao nordeste de Port Moresby, capital do país. O terremoto não provocou um alerta de tsunami e até o momento não foram informadas vítimas ou danos. Na quinta-feira, um tremor de 6,7 graus aconteceu a 131 km de Kokopo, sem a constatação de danos graves.

fonte: http://new.d24am.com/noticias/mundo/terremoto-68-graus-atinge-papua-nova-guine/133197

Registros de casos de dengue caem no Amazonas

Doença, que bate recorde de incidência no País, tem diminuído no Amazonas, com redução chegando perto de 60%

Enquanto o Brasil teve um aumento de mais de 240% nos casos de dengue no primeiro trimestre do ano, o Amazonas conseguiu uma redução de pelo menos 60%, na comparação com o mesmo período do ano passado. Até o fim de março, foram registrados 2.851 casos da doença em todo estado, enquanto em 2014 foram confirmados 5.471 casos. No Brasil, mais de 460,5 mil  contraíram a doença, segundo o Ministério da Saúde (MS). Para o Diretor-Presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque, um dos principais motivos para a redução no número de casos de dengue no Amazonas foi a antecipação das campanhas preventivas, em outubro do ano passado. Além disso, ele destacou que boa parte da população está imune ao vírus da dengue do tipo  4, que é o mais incidente na região. “Convivemos com o Dengue 4 desde 2012. Quando uma pessoa é infectada por esse vírus, ela fica imune a ele, o que diminui a probabilidade dessa pessoa contrair a doença novamente”, disse.

Apesar da “zona de conforto”, Albuquerque reforçou que a atenção deve ser continuada. Ele também comemorou os resultados alcançados, uma vez que de janeiro a maio é o período mais crítico, devido o período chuvoso, e quando geralmente, 90% dos casos são registrados. “Geralmente no período mais chuvoso temos um aumento dos vetores. No entanto, as nossas ações têm sido mais eficazes e a população tem assimilado cada vez mais as campanhas educativas”, afirmou o Diretor-Presidente da FVS. Ainda de acordo com Bernardino Albuquerque, nenhum caso de morte  por dengue foi confirmado até o momento. No ano passado oito óbitos foram registrados e confirmados. Em Manaus, a redução nos casos de dengue chegou a  45% nos dois primeiros meses do ano, segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Ao todo, foram notificados 449 casos de dengue na capital.

Chinkungunya

Assim como a dengue, os casos de febre Chinkungunya também estão controlados no estado. Segundo a FVS, apenas oito casos da doença foram confirmados, mas todos ele foram importados de países como Venezuela, Haiti, Guiana Francesa e México.  “Como as doenças são transmitidas pelo mesmo vetor, a doença está controlada”, garantiu.  No entanto, de outubro do ano passado até abril deste ano, Manaus notificou 48 casos  chikungunya.

Saiba mais

Das 48 suspeitas de chikungunya na capital, sete foram confirmadas por critério laboratorial. A Semsa destacou que tratam-se de casos importados de outros países, especialmente Guiana Inglesa e Venezuela. Dos demais casos, 25 foram descartados e 14 ainda permanecem sob análise laboratorial do Instituto Evandro Chagas em Belém-PA.

fonte: http://acritica.uol.com.br/noticias/dengue-am_0_1348665162.html

Cheia no Rio Negro pode chegar a 29,6 metros e ficar a 70 cm do recorde de 2012

O rio atingiu o nível de 28,3 metros. No mesmo período no ano passado, a cota do rio era de 27,95 metros

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) divulgou o segundo alerta de cheia para o Rio Negro, na manhã desta quinta-feira (30). Neste ano, a previsão é que rio atinja uma cota variável entre 28,92 e 29,62 metros. Desde a última quarta-feira (29), o nível do rio subiu seis centímetros atingindo o nível de 28,3 metros. No ano passado, nesta mesma data, a cota do Rio Negro foi de 27,95 metros. O subsecretário da Defesa Civil do Amazonas, Hermógenes Rabelo, informou que pela previsão, pode-se esperar uma grande cheia pela frente. “Passando de 29 metros, já consideramos grande cheia. Conforme dados climatológicos ainda terão chuvas acima da média na região oeste do Estado, no Alto Solimões, e nas cabeceiras do Rio Negro”.

Em Manaus, as chuvas atingiram um nível de 152 milímetros, quando eram esperados 300 mm. “Vamos continuar com as chuvas abaixo da média. Mas o nível do rio Solimões já está bem acima do normal, faltando apenas 19 centímetros para atingir a cheia recorde do Solimões. Com as intensas chuvas no alto Rio Negro, é possível prever que ”. O CPRM informou que, nesta quarta-feira (29), a cota do rio Negro no Porto de Manaus foi de 28,3 m. “O que nos permite prever que a magnitude da cheia, cujo pico ocorre ordinariamente durante o mês de junho, atinja uma cota variável entre 28,92 e 29,62 m. A previsão ora efetuada antevê o fenômeno com cerca de 45 dias de antecedência”. Em termos comparativos, tomando o pico médio do intervalo projetado, que é de 29,27m, a cheia anunciada poderá ser 0,70 m menor que a cheia de 2012, que foi recorde, com 29,97m. E 0,23 m menor que a cheia do ano passado, quando o nível do Rio Negro atingiu a cota de 29,50m.

fonte: http://acritica.uol.com.br/noticias/cheia-rio-negro_0_1348665151.html

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Nave espacial da Rússia está fora de controle na órbita

Moscou - Uma espaçonave da Rússia está girando fora de controle na órbita desde terça-feira e uma missão de controle não foi capaz de estabilizar o veículo espacial não tripulado. A nave Progress M-27M foi lançada na terça-feira e tinha a missão de chegar à Estação Espacial Internacional seis horas depois de sua partida. O veículo levava 2,5 toneladas de suprimentos para os astronautas na estação, incluindo comida e combustível. Os controladores de voo não receberam mais informações da espaçonave, que entrou na órbita errada. O porta-voz da missão, Sergei Talalasov, disse à agência de notícias Interfax nesta quarta-feira que os controladores de voo ainda estão tentando restabelecer a comunicação com a nave. A Agência Federal Espacial russa e a NASA, agência espacial dos Estados Unidos, afirmaram que os seis membros da tripulação que estão na estação espacial não estão em perigo e contam com abastecimentos.

FONTE: http://new.d24am.com/noticias/mundo/nave-espacial-russia-esta-fora-controle-orbita/133088

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Com Jon Jones fora, UFC aponta José Aldo como o melhor lutador do mundo

 

Manaus - O Amazonas tem agora - de maneira oficial - o melhor lutador peso por peso do mundo. Com a suspensão por tempo indeterminado de Jon Jones, que ocupava o posto, José Aldo Júnior, campeão dos penas da organização, alcançou o topo do ranking, anunciado hoje pelo UFC. No ranking anterior, o amazonense aparecia na segunda posição, atrás apenas de Jon Jones. Invicto no UFC, Aldo é seguido por Demetrious Johnson, campeão dos moscas, e Chris Weidman, campeão dos médios.
A outra novidade do ranking é a inclusão de Dominick Cruz, lutador do peso galo, que ocupou a vaga em aberto e aparece na 15ª colocação. Na categoria de Jon Jones, a meio-pesado, Anthony Johnson aparece na posição de número 0, acima do primeiro do ranking, Alexander Gustfson. Com isso, o UFC oficializa que o cinturão está vago, e será disputado por Johnson e Daniel Cormier, atual número 2 do ranking na categoria.  No topo do ranking, o amazonense José Aldo terá como próximo desafio o irlandês Conor McGregor, terceiro colocado entre os penas. Eles lutam no dia 11 de julho, em Las Vegas, em uma luta das mais promovidas da história da organização.

Confira o ranking abaixo:

fonte: http://new.d24am.com/esportes/lutas/jones-fora-aponta-jose-aldo-como-melhor-lutador-mundo/133066