PROXIMAS LUTAS UFC 2014

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Suspeito de estuprar a própria irmã de 14 anos é preso em Coari, a 363 Kms de Manaus

Ele já havia sido preso por tráfico de drogas em 2013 e, quando recebeu a liberdade condicional no mesmo ano, foi morar junto com a mãe e a irmã. Foi nessa época que os abusos, segundo a PC

Um homem de 21 anos foi preso na manhã desta quarta-feira, em via pública no município de Coari, distante 363 quilômetros de distância da capital, suspeito de estuprar a própria irmã, de 14 anos de idade. Ele já havia sido preso por tráfico de drogas em 2013 e, quando recebeu a liberdade condicional no mesmo ano, foi morar junto com a mãe e a irmã no bairro Terra Nova 2, na Zona Norte de Manaus. Foi nessa época que ele teria iniciado os abusos, o que o levou a ter um mandado de prisão preventiva emitido em seu nome.

De acordo com a vítima, que prestou depoimento na Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), o primeiro abuso aconteceu em 2013, quando seu irmão a ameaçou com uma faca e lhe forçou a manter relações sexuais com ele. A adolescente tinha, então, 13 anos, e depois, continuou sendo submetida aos abusos sexuais por diversas vezes. Ainda naquele ano, a menina foi violentada sexualmente por três homens em via pública na capital e, logo após esse crime, a adolescente descobriu que estava grávida. Por ter sido vítima de violência sexual, a Justiça permitiu que um aborto fosse realizado, mas antes foi recolhido material genético do feto para realizarem exame de DNA para averiguar a paternidade.
“Estamos investigando se esse caso de violência sexual contra a adolescente tem alguma relação com o irmão dela. Assim que esta investigação for concluída representaremos pela prisão preventiva dos mesmos”, ressaltou a Delegada Linda Gláucia, titular da Depca.

Assim que o rapaz descobriu que estava sendo procurado, fugiu para o município de Coari onde foi preso pela equipe de investigação da Delegacia do município, sob a coordenação da Delegada Titular de Coari, Ana Maria de Oliveira da Silva. O suspeito, que permanece preso em Coari, foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável  e será submetido a exame de DNA, que deverá apontar se ele era o pai da criança.

Pai e tio abusam de menina

A Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA) também prendeu, neste mês, um pai de 32 anos, e um tio de 26, que abusavam de uma menina de oito anos de idade sob seus cuidados.
De acordo com Linda Gláucia, o abuso era cometido pelos homens no ramal Brasileirinho, bairro João Paulo, na Zona Leste de Manaus, onde trabalhavam como caseiros em uma propriedade. Conforme a autoridade policial, a criança foi abandonada pela mãe quando tinha apenas três anos de idade. Segundo as investigações, um vizinho começou a suspeitar do comportamento da menina, e denunciou a situação na delegacia. “Em depoimento, a testemunha disse que a menina brincava na casa dele, quando o pai ia pegar a criança para levar de volta para casa, ela chorava muito. Por conta disso, ela relatou para esse vizinho que era abusada pelo pai e tio. Foi quando ele resolveu fazer a denúncia”, informou a Delegada.

 fonte:  http://acritica.uol.com.br/manaus/Suspeito-estuprar-propria-Coari-AM_0_1238876134.html

Mulher de 35 anos é esganada, morta e enterrada por namorado de 17 anos em Fonte Boa (AM)

O assassino confessou o crime, e disse que havia esganado a companheira com um cadarço de um calção dele após uma briga entre os dois motivada por ciúmes

Um adolescente de 17 anos foi apreendido pela Polícia Civil do município de Fonte Boa, localizado 678 quilômetros a oeste de Manaus, suspeito de enforcar, assassinar e enterrar a sua namorada, de 35 anos, na quarta-feira (29), na zona rural da cidade. O rapaz foi a última pessoa vista com a vítima e estava com vários arranhões pelo corpo. Conforme o delegado Claudenor Medeiros, da 55ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), a família registrou o desaparecimento da vítima na noite da última terça-feira (28), após a mulher sair para pescar com o namorado pela tarde. Após diligências, os investigadores chegaram à casa do assassino e o encontraram em tranquilidade, sem quaisquer indícios de embriaguez.

Interrogado, o adolescente confessou que esteve com a namorada, mas primeiramente disse não saber do paradeiro dela, indicou só depois onde a havia “deixado”. No local indicado, o corpo da vítima estava enterrado em um matagal e o suspeito foi, então, levado à delegacia. “Ela estava enterrada há algumas horas, já que ele ficou com ela até umas 16h”, disse o delegado. O adolescente confessou o crime e disse que havia esganado a companheira utilizando um cadarço de um calção dele após uma briga entre os dois. No exame de necropsia, foi confirmado enforcamento e esganadura. “Ele disse que estava com ciúmes e que ela o maltratava e o traia. Ele também disse que jogou o calção e o cadarço no rio”, explicou o delegado.

As marcas de arranhão no corpo do assassino foi um importante indício para colocá-lo como suspeito. “O maior detalhe foi o fato de ele estar com escoriações no corpo. O médico confirmou que eram marcas de unha. Quando tem uma briga, uma pessoa está com arranhões e a outra sumiu, temos evidencias do crime e a constatação”, afirmou Claudenor. Foi realizado um exame cadavérico no corpo da mulher no Hospital Regional de Fonte Boa, mas ainda não há o resultado. Um auto de flagrante foi registrado na 55ª DIP e o procedimento será encaminhado para o Ministério Público. O rapaz, como é menor de 18 anos, poderá cumprir medidas socioeducativas e ficar apreendido.

fonte: http://acritica.uol.com.br/noticias/Mulher-municipio-Fonte-Boa-AM_0_1239476052.html

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Concurso da Polícia Federal com 600 vagas para agente é suspenso

 

Brasília - O concurso da Polícia Federal, com 600 vagas no cargo de agente, foi suspenso na segunda-feira (27). O comunicado foi divulgado pelo Cespe/UnB, organizador da seleção e ainda não há informações sobre quando a seleção será retomada. De acordo com Cespe/UnB, as novas informações referentes ao concurso serão divulgadas no site em 'data oportuna'. Segundo o comunicado, o concurso foi suspenso em cumprimento à decisão proferida nos autos da Ação Civil Pública n.º 2002.38.03.000070-8/1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Uberlândia (MG). 

A decisão determina que a Polícia Federal adapte o exame de aptidão física e do curso de formação profissional às necessidades do candidato com deficiência. O concurso tem 30 vagas destinadas a candidatos com deficiência. A determinação atendeu o pedido do Ministério Público Federal (MPF), que informou que o edital reserva as oportunidades as pessoas com deficiência, mas que 'na prática, frustra a concretização desse direito, uma vez que está explicito nas disposições que não haverá adaptação do exame de aptidão física, do exame médico, da avaliação psicológica ou do Curso de Formação Profissional às condições do candidato, com deficiência física ou não'. As inscrições do concurso foram encerradas no último domingo. Os candidatos deveriam ter ensino superior completo e carteira de habilitação, no mínimo, na categoria B (carros). O salário é de R$ 7.514,33, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. A prova objetiva estava marcada para o dia 21 de dezembro deste ano.

FONTE: http://new.d24am.com/noticias/concursos/concurso-policia-federal-600-vagas-para-agente-suspenso/122954

Alemanha não vem mais jogar na Arena da Amazônia

Após vazamento da notícia sobre a realização do amistoso internacional entre a tetra campeão mundial Alemanha e um selecionado de estrelas do futebol representando o time da Unicef na Arena da Amazônia, o jogo foi cancelado

Se Manaus sonhava, novamente, com os astros do futebol mundial e a seleção da Alemanha jogando no estádio na Arena da Amazônia ainda este ano, infelizmente o sonho não vai ser tornar realidade. Isso porque as negociações para ter a tetracampeã da Copa do Mundo, Alemanha, jogando com um time recheados de craques mundiais, foi cancelada pela Unicef. “Foi cancelado porque não era pra ser divulgado e acabaram divulgando (na mídia) e os valores subiram”, disse o diretor-presidente da Fundação Vila Olímpica (FVO), Aly Almeida que não soube afirmar de onde saiu o “vazamento” dos acertos.

“Não sei quem divulgou e Manaus acabou ficando sem o evento”, disse o gestor. Fonte de renda para os grandes clubes brasileiros, a Arena da Amazônia acabou se tornando espaço de competições não disputadas por clubes do Amazonas. Desde e inauguração, o estádio já recebeu partidas dos Campeonato Brasileiros   Série A, com Botafogo e Corinthians e Botafogo e Flamengo, a Série B, Com Oeste e Vasco e da Copa do Brasil, Resende e Vasco.

FONTE: http://acritica.uol.com.br/craque/Amazonas-Manaus-Craque-futebol-vila-olimpica-FVO-Alemanha-jogar-Arena-Amazonia-unicef-jogo-das-estrelas-vivaldo-lima-tetra-campea-mundial_0_1238276182.html

AM possui canais de combate ao preconceito e discursos de ódio nas redes sociais

Quem se sentir ofendido por difamação online – e houve centenas de casos de difamação e racismo principalmente após o término das eleições – pode procurar órgãos de defesa do cidadão, como o Ministério Público, a Ordem dos Advogados do Brasil e a Polícia Civil, para denunciar os agressores

Muito além das amizades desfeitas, o número de mensagens ofensivas e de conteúdo preconceituoso nas redes sociais nas últimas semanas atrofiou qualquer discussão séria sobre as eleições, causando sentimentos de vergonha ao País, que diz se orgulhar de possuir uma sociedade democrática, além de ultrapassar em muito os limites da “cabeça quente” e do “descontrole”, justificativas comuns para xingamentos e ofensas no mundo real. Tratou-se, claramente, de casos de racismo, xenofobia e outros tipos de violência para as quais não há atenuante. Porém, preservados pela distância geográfica e o anonimato da rede, os responsáveis pelas agressões seguem impunes, à espera da próxima oportunidade de destilar venenos. Como não há, no Brasil, lei específica para punir ofensas virtuais, o sentimento de “terra sem lei” parece especialmente verdadeiro no mundo online.

Há, porém, maneiras de combateros abusos e indiciar quem pratica o bullying virtual. Na Constituição Federal,a Lei 7.716, de 1989, pune, com pena que pode chegar a cinco anos de reclusão,aquele que utiliza qualquer meio de comunicação social – como a internet – parapromover o ódio e a discriminação em razão da raça, cor, etnia, religião ouprocedência nacional. É o mais próximo de uma lei contra o preconceito online. No Amazonas, há vários canais disponíveis para resguardar os direitos dos cidadãos vítimas de ofensa virtual. As delegacias de polícia, o Ministério Público Estadual (MPE-AM) e a seccional Amazonas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM) estão todas aptas a receber denúncias sobre preconceito, racismo ou pura e simples difamação. Procurada pelo Portal A CRÍTICA, a assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que não possui delegacia ou departamento voltados especificamente para o combate a crimes virtuais, mas que qualquer pessoa ofendida nas redes sociais pode procurar alguma das delegacias do estado para fazer uma denúncia. No site do Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas (Sinpol-AM), há uma lista de telefones dos Distritos Integrados de Polícia (DIPs) em Manaus, enquanto o blog da Polícia Civil do Amazonas traz os das delegacias do interior.

O MPE e a OAB-AM também não têm um trabalho específico para combater a difamação na rede, mas aconselham as pessoas ofendidas a procurarem as sedes dos respectivos órgãos em Manaus, caso queiram denunciar situações desta natureza. O MPE fica na avenida Cel. Teixeira, 7995, no bairro Nova Esperança, Zona Oeste da cidade, e atende no número (92) 3655-0500. Já a OAB está localizada na avenida Umberto Calderaro Filho (antiga Paraíba), 2000, Adrianópolis, na Zona Centro-Sul, com telefone (92) 3642-0021.
Casos de homofobia e preconceito de gênero também têm órgãos para receber denúncias em Manaus. A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus) possui um departamento voltado especificamente para o combate de casos de ofensa aos direitos humanos e homofobia. Ela fica situada na rua Gabriel Salgado, esquina com a avenida Sete de Setembro, no Centro, próxima à Praça D. Pedro II, podendo também ser acionada no número (92) 3215-2736. Por fim, a organização não-governamental (ONG) SaferNet é voltada exclusivamente à vigilância de casos de ofensa e discriminação no ambiente digital. Criada em 2005, ela opera em parceria com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal para assegurar o direito de reparação às vítimas desse tipo de abuso. As denúncias podem ser feitas de forma anônima na página da entidade, bastando copiar o link da página que tem a violação.

Discursos de ódio geram revolta

Nesta segunda-feira (27), a matéria do Portal A CRÍTICA sobre a enxurrada de ofensas e ataques nas redes sociais após a reeleição de Dilma Rousseff provocou indignação em muitos leitores. Um deles, com o nome de “Ironei”, postou: “Muito bom, que sejam denunciados e respondam criminalmente, é um absurdo o desrespeito as pessoas nas redes sociais, não só contra nordestinos e nortistas, mais quaisquer que manifestasse ou defendesse seu voto em Dilma, pelo menos foi o meu caso”. Já o leitor “Aeon” escreveu: “As pessoas precisam parar com o preconceito idiota contra os nordestinos e nortistas. São pessoas trabalhadoras, honestas e de boa índole. Tenho vários amigos nordestinos e nortistas que dão de mil a zero em questão de educação e sinceridade em muitos de nós do Sul. Sou nascido e criado no estado de São Paulo e me sinto muito grato por ter amigos lá de cima do Brasil. Fiz trabalhos acadêmicos em Rondônia. Cultivei verdadeiros amigos e tenho muita saudades do povo de lá”.

FONTE: http://acritica.uol.com.br/noticias/AM-canais-combate-preconceito-sociais_0_1238276174.html

PF encontra dois quilos de cocaína dentro mochila em aeroporto de Tabatinga

 

Manaus - Agentes da Polícia Federal, da Delegacia de Tabatinga, prenderam um homem de 26 anos, no Aeroporto Internacional de Tabatinga, com 2,3 quilos de cocaína, nesta segunda-feira (27). O material estava escondido no forro da mochila. De acordo com a delegada da PF, Jeanie Silvestreli Tufurti, o rapaz estava prestes a embarcar em um voo de Tabatinga a Manaus e a equipe de investigação realizou a revista.
Segundo ela, ele veio de Boa Vista para realizar o transporte da droga, com a promessa de ganhar R$ 2 mil, que seriam pagos quando chegasse em Manaus. O suspeito será encaminhado ao Presídio de Tabatinga, autuado no crime de tráfico internacional de drogas.

fonte: http://new.d24am.com/noticias/amazonas/encontra-dois-quilos-cocaina-dentro-mochila-aeroporto-tabatinga/122928

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Anderson Silva confirma contrato com UFC por mais 15 lutas

 

São Paulo - Mesmo com 39 anos, Anderson Silva deve seguir sua carreira no MMA pelos próximos anos após se recuperar de lesão na perna esquerda. Durante o congresso de medicina esportiva Rio Sport & Health, realizado no último domingo, no Rio de Janeiro, o brasileiro disse que o contrato anterior de dez lutas com o UFC foi "rasgado" e que após negociação, assinou um novo acordo de 15 combates. "Eu tinha mais sete lutas no meu contrato (sem contar com o duelo contra Nick Diaz, que acontece no dia 31 de janeiro). Estive com o Lorenzo (Fertitta, dono do UFC) e o Dana (White, presidente) na quinta-feira que passou, e o  contrato foi rasgado. A gente assinou por mais 15 lutas. Para deixá-lo (Dana) maluco, assinei por mais 15 lutas. E para deixar a galera lá em casa maluca também", afirmou o peso médio ao Combate.com.

No último sábado, Anderson esteve presente no UFC Rio 5 e foi ovacionado pela torcida local. No evento, o brasileiro foi só elogios a José Aldo, que manteve o cinturão do peso-pena ao ganhar de Chad Mendes por pontos. "O José Aldo é a evolução de tudo o que já teve de atleta brasileiro dentro do UFC. É um cara que a gente tem que aplaudir, tem que tirar o chapéu e sempre estar torcendo por ele. O Aldo é a nossa referência de ídolo e herói no Brasil hoje", afirmou. Além de entrar no octógono com um contrato novo com o UFC, Anderson Silva também pode conseguir um novo fornecedor de material esportivo. Após o fim de seu contrato com a Nike, o brasileiro revelou que conversa com a Adidas, a principal concorrente dos norte-americanos. 

"Sempre fui fã da Nike e gosto muito da marca. A empresa me deu a oportunidade de realizar um sonho. Graças ao Ronaldo e ao Corinthians, tive a oportunidade de trabalhar junto da equipe da Nike. Foi ótimo, gostei muito. Ficam as lembranças e a saudade. Agora a gente está numa relação bacana com a Adidas. Não tem nada certo, e vamos ver o que vai dar daqui para a frente", revelou.

fonte: http://new.d24am.com/esportes/lutas/anderson-silva-confirma-contrato-mais-15-lutas/122867

domingo, 26 de outubro de 2014

Eleições 2014: Dilma Rousseff é reeleita presidente em votação acirrada neste domingo (26)

Campanha mais surpreendente desde a redemocratização do país desafia previsões, mas confirma favoritismo da candidata do PT

Na disputa eleitoral mais intensa e acirrada em 25 anos de redemocratização do Brasil, a presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), atingiu 51,32% (52.744.858 milhões) de votos válidos (com 98% de apuração) e continua no posto mais alto do Brasil, assegurando a continuidade dos projetos da legenda, que desde 2002 governa o País. 

O resultado das urnas neste domingo (26) mostra a força do partido junto à população, o qual, mesmo acossado por acusações de corrupção e problemas na economia, supera duas fortes candidaturas rivais, a de Marina Silva (PSB) no primeiro turno e Aécio Neves (PSDB), no segundo. Aécio, do Partido da Social Democracia Brasleira (PSDB), atingiu 48,68% (50.169.814 milhões) de votos com 98% de urnas apuradas - Uma diferença de pouco mais de 3 milhões de votos entre os dois candidatos.

fonte: http://acritica.uol.com.br/noticias/Amazonas-Manaus-politica-brasil-Eleicoes-eleicoes_2014-presidente-acirrada-domingo-aecio-neves_0_1237076320.html

Eleições 2014: José Melo é reeleito após campanha intensa e marcada por troca de acusações

Resultado desafia previsões anteriores ao pleito, que davam o senador Eduardo Braga (PMDB) como franco favorito ao cargo. Com quase 56% dos votos válidos, o candidato do Pros já está matematicamente eleito

O governador do Amazonas, José Melo (Pros), conquista a reeleição na campanha mais agitada e agressiva vista no Estado em décadas. De ex-aliado a adversário do senador Eduardo Braga (PMDB), que buscava um terceiro mandato à frente do cargo, Melo superou as previsões feitas antes do primeiro turno e conseguiu desbancar o franco favorito neste domingo (26). Pela primeira vez na história do Amazonas, a campanha para Governo do Estado foi para o segundo turno e, logo que a apuração parcial foi divulgada, às 18h, Melo já aparecia na frente. Agora, com 94,78% das seções apuradas, o candidato do Partido Republicano da Ordem Social soma 55,72% e está matematicamente eleito para continuar no comando do principal Estado do Norte do País pelos próximos quatro anos. 

Enquanto Braga aparece com 44,28% dos votos válidos computados até agora, o equivalente a 662.631 votos, Melo consta com 833.795 votos. Até o momento, a abstenção está em torno de 21% e os votos brancos e nulos somam quase 9%. O candidato do PMDB cancelou a coletiva de imprensa que daria no Manaus Show Clube, se limitando a encaminhar uma nota oficial no fim da noite.

Histórico

Atual governador do estado, José Melo tomou posse em abril deste ano, depois que o então governador Omar Aziz deixou o cargo para se candidatar ao Senado. Melo foi deputado federal por duas vezes, em 1994 e 1998. Em 2002, foi eleito deputado estadual. Já foi secretário de Educação e Cultura e secretário Municipal de Educação. Esteve, ainda, à frente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Amazonas. Em 2006, assumiu a Secretaria de Governo do Estado.

fonte: http://acritica.uol.com.br/noticias/Eleicoes-Jose-Melo-campanha-acusacoes_0_1237076321.html

Em luta frenética, José Aldo vence por decisão unânime e mantém cinturão do UFC

 

Manaus - Na luta mais difícil de sua trajetória no UFC, e certamente um dos melhores combates do ano na organização, o amazonense José Aldo Júnior manteve o cinturão dos penas ao vencer, por decisão unânime dos juízes, o norte-americano Chad Mendes. O combate, realizado no UFC 179, no Rio de Janeiro, foi eletrizante. Aldo e Mendes proporcionaram um show de trocação desde o primeiro round até o quinto, com o brasileiro levando a melhor em quatro rounds. Em muitos momentos, Aldo relembrou a agressividade que mostrou no início de sua carreira internacional, no WEC, onde também foi campeão até o evento ser adquirido pelo UFC. Mendes, por sua vez, provou que evoluiu muito na trocação, ameaçando Aldo por várias vezes. 

Esta foi a segunda vez que os Aldo e Mendes se enfrentaram no Rio de Janeiro. Na primeira vez, em janeiro de 2012, o amazonense nocauteou o rival no último segundo do primeiro round. Esta cena por pouco não se repetiu na luta de hoje, com Aldo levando Mendes à lona com um cruzado de direita, mas o norte- americano foi salvo pelo gongo.  Em nenhum combate desde que chegou ao UFC Aldo havia passado por tantos apuros. Mas para cada ameaça de Chad Mendes, que chegou a levar o brasileiro à lona no primeiro round, o brasileiro tinha uma resposta. Usando pouco os seus potentes chutes, Aldo apostou nos jabs, diretos e cruzados para dominar o combate., que foi cheio de reviravoltas. Ao final da luta, Aldo admitiu as dificuldades enfrentadas. "Eu estava vendo três. Eu mirava no do meio e acertava", brincou ele, com o olho esquerdo completamente inchado, sem deixar de reconhecer o bom desempenho de seu adversário. "Ele me acertou muito, mas eu acertei mais. A rivalidade fica dentro do óctogono, fora continuamos amigos", disse. 
Mendes sequer conseguiu detalhar como havia sido o combate. "Que luta foi essa!", afirmou ele, mostrando mais empolgação pelo desempenho do que tristeza pela derrota.

fonte: http://new.d24am.com/esportes/lutas/luta-frenetica-jose-aldo-vence-decisao-unanime-mantem-cinturao/122772

Amapá registra mais de 600 casos de febre Chikungunya

Semelhante aos sintomas da dengue, o vírus Chikungunya também é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti e pode levar o paciente a morte se não for tratado da maneira correta

O número de casos de febre Chikungunya notificados em todo o estado do Amapá já chega a 629. A cidade de Oiapoque, que fica a 590 quilômetros da capital Macapá, já tem 366 pessoas com a doença confirmada. “Nós estamos fazendo bloqueios sanitários na saída de Oiapoque para tentar conter o avanço da doença pelo estado”, diz a diretora da Divisão Estadual de Vigilância Epidemiológica, Iracilda Pinto. No município continuam sendo realizadas ações conjuntas entre os agentes de endemias, Exército e Corpo de Bombeiros para combater o mosquito Aedes aegypti, agente transmissor da doença.

Entre as medidas preventivas estão visitas às casas, aplicação de inseticida e a limpeza da cidade. Iracilda acrescenta que a ajuda da população é fundamental para erradicar a doença. “Assim como no caso da dengue, as pessoas precisam limpar os quintais e não deixar acumular água pela casa, que é onde o mosquito se reproduz”, diz. Os sintomas da doença também são semelhantes aos da dengue e começam a aparecer de quatro a oito dias depois da picada do mosquito infectado. O paciente apresenta febre alta e dores nas articulações. Outros sintomas comuns são dor de cabeça, dor muscular, manchas avermelhadas na pele e conjuntivite. Ainda não há vacinas para prevenir a doença. Assim como na dengue, o tratamento é feito com uso de analgésicos para aliviar os sintomas que podem demorar de dois a seis meses para desaparecer.

fonte: http://acritica.uol.com.br/noticias/Amazonas-Manaus-brasil-amapa-oiapoque-vpirus-norte-interior-febre-Chikungunya-casos-registrados_0_1236476367.html

Ibope mostra queda de vantagem de Dilma; Datafolha aponta empate técnico entre candidatos

Institutos divulgaram novos resultados de pesquisas neste sábado (25). Ibope aponta 53% para Dilma e 47% para Aécio, enquanto Datafolha sugere 52% para a pestista e 48% para o candidato do PSDB

A vantagem da presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição pelo Partido dos Trabalhadores (PT), sobre o candidato do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Aécio Neves, diminuiu, mostrou pesquisa Ibope divulgada neste sábado (25). O Datafolha também apontou que Dilma e Aécio voltaram à situação de empate técnico, ainda que a petista siga com vantagem numérica. Segundo o Ibope, considerando os votos válidos (excluindo brancos, nulos e indecisos), Dilma passou a 53 por cento (antes 54 por cento no levantamento anterior), enquanto Aécio foi a 47 por cento (antes 46 por cento). A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.

Pelo eleitorado total, a petista ficou em 49 por cento das intenções de voto (antes 49 por cento no levantamento anterior), contra 43 por cento do tucano (antes 41 por cento). Os eleitores que planejam votar em branco ou anular seus votos somam 5 por cento e os indecisos 3 por cento. O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 206 municípios, entre sexta-feira e sábado. Também neste sábado, nova pesquisa Datafolha mostrou que Dilma e Aécio voltaram a empatar, ainda que a candidata do PT esteja em vantagem numérica.
Considerando os votos válidos (excluindo brancos, nulos e indecisos), Dilma passou a 52 por cento (ante 53 por cento na pesquisa anterior), enquanto Aécio foi a 48 por cento (ante 47 por cento). Como a margem de erro é de 2 pontos percentuais, os dois candidatos estão no limite do empate técnico. Pelo eleitorado total, a petista foi a 47 por cento das intenções de voto (ante 48 por cento no levantamento anterior), contra 43 por cento do tucano (ante 42 por cento). Os eleitores que planejam votar em branco ou anular seus votos somam 5 por cento. Os indecisos também são 5 por cento. O Datafolha ouviu 19.318 pessoas sexta-feira e sábado, em 400 municípios.

fonte: http://acritica.uol.com.br/noticias/Ibope-vantagem-Dilma-Datafolha-candidatos_0_1236476378.html

sábado, 25 de outubro de 2014

Veja libera íntegra de reportagem em site e TSE censura propaganda de publicação

Tribunal autorizou recurso proibindo que a editora Abril veiculasse qualquer tipo de publicidade sobre a reportagem de capa da revista. Neste sábado, Veja decidiu liberar o acesso à íntegra da matéria em seu site

Matéria da revista Veja liga Dilma e Lula diretamente ao centro do esquema de corrupção que se instalou na Petrobras
Matéria da revista Veja liga Dilma e Lula diretamente ao centro do esquema de corrupção que se instalou na Petrobras (Reprodução)
A pedido da campanha de Dilma Rousseff, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proibiu a editora Abril, responsável por publicar a revista Veja, de fazer propaganda em qualquer meio de comunicação da reportagem de capa na qual a candidata à reeleição e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teriam conhecimento do esquema de corrupção da Petrobras. A reportagem é baseada, conforme a revista, em depoimento prestado pelo doleiro Alberto Youssef, na última terça-feira (21), no processo de delação premiada a que ele se submete para ter  direito à redução de pena. Neste sábado, Veja decidiu liberar o acesso à íntegra da matéria em seu site.

Na opinião dos advogados de Dilma, a capa da revista tem “conteúdo ofensivo” à candidata à reeleição. Para a campanha petista, uma eventual publicidade do caso tem por objetivo único beneficiar a candidatura do tucano Aécio Neves. Em caso de descumprimento da liminar, os advogados de Dilma cobram a aplicação de multa de R$ 1 milhão por veiculação proibida. De acordo com a campanha da presidente, a revista Veja antecipou sua edição em dois dias com a “nítida intenção de tumultuar a lisura do pleito eleitoral do próximo domingo (26)”. Em sua defesa, a Editora Abril sustenta que as liberdades de comunicação e de atividade econômica são direitos previstos na Constituição e “não podem ser sufocados por medidas de cunho censor sob a alegação de imaginária propaganda eleitoral”.

Em parecer, o procurador-geral Eleitoral, Rodrigo Janot, manifestou-se a favor da campanha da Dilma. Para Janot, é necessário proibir a divulgação das publicidades sob pena de acarretar “prejuízo irreparável ao equilíbrio e (à) lisura do pleito”. Em sua decisão, o ministro do TSE, Admar Gonzaga, que foi um dos advogados da campanha de Dilma em 2010, afirmou que há elementos para acatar o pedido liminar, suspendendo, até o julgamento do mérito, qualquer publicidade da editora sobre o assunto. Segundo ele, cabe ao TSE “velar pela preservação da isonomia entre os candidatos que disputam o pleito”. "No caso, muito embora o periódico possa cuidar - em suas páginas - desse tema sensível, confirmando sua linha editorial de maior simpatia a uma das candidaturas postas, entendo que a transmissão dessa publicidade por meio de rádio, ou seja, de um serviço que é objeto de concessão pelo Poder Público e de grande penetração, desborda do seu elevado mister de informar, com liberdade, para convolar-se em publicidade eleitoral em favor de uma candidatura em detrimento de outra", afirmou o ministro, em decisão divulgada quase à meia noite desta sexta-feira (24).

Para a editora Abril, a ação da campanha de Dilma contra a revista pretende “impedir a imprensa de divulgar assunto que a sociedade tem o direito de tomar conhecimento”. “Não houve ilícito algum na matéria publicada na edição e tampouco nas propagandas de divulgação da revista, de modo que a representada (Editora Abril)  agiu no seu estrito direito constitucional", diz a revista, em sua defesa.

FONTE: http://acritica.uol.com.br/noticias/Manaus-Amazonas-Amazonia-Veja-reportagem-TSE-propaganda-publicacao_0_1236476357.html

Ex-prefeito de Alvarães é condenado pelo TCU por não prestação de contas

Manaus - O ex-prefeito de Alvarães, Sidônio Trindade Gonçalves (PHS), foi condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) a devolver R$ 87 mil, além de R$ 30 mil em multa, por não ter prestado contas da aplicação dos recursos federais recebidos para a Educação. Ele teve as contas do convênio firmado em 2002 entre a prefeitura de Alvarães e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) julgadas irregulares. Os valores foram repassados por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e eram destinados a aquisição de um veículo para transporte dos alunos da zona rural, além de despesas referentes a manutenção e melhorias na infraestrutura física e pedagógica das unidades de ensino no município. Segundo a  decisão, assinada na  sessão do TCU da última terça-feira e publicada na edição de ontem do Diário Oficial da União (DOU), o ex-prefeito foi notificado pelo tribunal para prestar esclarecimentos a respeito da aplicação dos valores, mas não respondeu aos questionamentos do tribunal. O relator da tomada de contas, ministro-substituto André Luís de Carvalho, determinou que o acórdão fosse encaminhado, assim que publicado no DOU, para a Procuradoria da República no Amazonas (PR-AM) para instauração de ações penais e cíveis cabíveis.

De acordo com as informações disponibilizadas no sistema de acompanhamento do FNDE, a prefeitura de Alvarães recebe recursos por meio do PDDE desde 2000. Em 2002, segundo o sistema, foi o único ano em que não houve prestação de contas dos valores recebidos por meio do Programa. Com relação aos demais programas do FNDE, segundo dados do sistema, a prefeitura de Alvarães está inadimplente de 2002 a 2005, no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), em 2004 e 2005, no Programa Nacional de Transporte Escolar (PNATE) e de 2002 a 2004, no Programa de Educação de Jovens e Adultos (Peja).

fonte: http://new.d24am.com/noticias/politica/prefeito-alvaraes-condenado-pelo-prestacao-contas/122691

José Aldo fica nu para bater peso e dispara: Cinturão vai ficar aqui!

Na primeira tenativa o lutador amazonense não bateu a marca e teve de tirar a roupa para alcançar a pesagem correta. Depois de alcançar os 65,8kg o campeão dos penas pediu aos fãs que ficassem tranquilos quanto a mais uma vitória

O clima durante a pesagem do UFC Rio 5, desta sexta-feira (24), no ginásio do Maracanãzinho, foi tranquilo em relação a expectativa do público que esperava uma encarada mais tensa entre os lutadores José Aldo e Chad Mendes. Ambos bateram o peso de 65,8kg (limite da categoria) e fizeram um discurso confiante para a revanche deste sábado (25). O brasileiro foi enfático em afirmar que não perde o cinturão enquanto o norte-americano disse que não vai errar de novo.

Diante do presidente do Ultimate, Dana White, campeão e desafiante mantiveram uma distância segura e evitaram uma encarada mais forte. Como a que ambos proporcionaram em dos camarotes do Maracanã no dia 26 de agosto quando tiveram que ser contidos por seguranças para que não começassem a disputa do cinturão dos penas antes do previsto. José Aldo subiu as escadarias para a pesagem correndo mostrando bastante empolgação diante dos torcedores. No entanto, o amazonense não bateu o peso na primeira tentativa e teve de tirar toda a roupa para alcançar a marca de 65,8kg. Encoberto por uma toalha Aldo, mas com o semblante tranquilo, o campeão se dirigiu aos fãs afirmando que vai manter o título lutando no País.


“Assim como ele (Chad Mendes), muitos tentaram. Podem ficar tranquilos que esse cinturão vai ficar aqui. Amanhã conto com a presença de todos. Fiquem tranquilos, esse cinturão não vai sair daqui. Um grande beijo a todos”, comentou o campeão dos penas.

Vaias ao desafiante

Primeiro a se pesar, o norte-americano Chad Mendes foi recepcionado pelos torcedores no Maracanãzinho por uma enxurrada de vaias. Mantendo o discurso provocador, o desafiante pediu para que a torcida gritasse mais alto e foi prontamente atendido. Após a pesagem e a tradicional encarada, os lutadores não se cumprimentaram e seguiram para a coletiva de imprensa. Chad continuou afirmando que não é mais o lutador de dois anos atrás, quando foi nocauteado pelo brasileiro no mesmo UFC 142, também realizado no Rio de Janeiro. “Muita coisa mudou. Vi os erros que cometi na primeira luta. É difícil falar tudo o que mudou. Corrigi os erros e estou pronto para essa nova batalha”, disse o desafiante. O UFC Rio 5, ou Ultimate 179, acontece neste sábado, a partir das 19h (horário de Manaus), no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Confira o cartel de lutas da noite:

Card completo

Peso-pena (até 65,8kg): José Aldo (65,8kg) x Chad Mendes (65,8kg)
Peso-meio-pesado (até 93,4kg): Glover Teixeira (93kg) x Phil Davis (93kg)
Peso-meio-pesado (até 93,4kg): Fábio Maldonado (93kg) x Hans Stringer (93,4kg)
Peso-pena (até 66,3kg): Darren Elkins (65,8kg) x Lucas Mineiro (66,2kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Diego Ferreira (70,8kg) x Beneil Dariush (70,8kg)
Peso-meio-médio (até 77,6kg): William Patolino (77,1kg) x Neil Magny (77,6kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Yan Cabral (70,8kg) x Naoyuki Kotani (70,3kg)
Peso-mosca (até 57,2kg): Scott Jorgensen (58,1kg) x Wilson Reis (56,7kg)
Peso-pena (até 66,3kg): Felipe Sertanejo (66,2kg) x Andre Fili (66,2kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Gilbert Durinho (70,3kg) x Christos Giagos (70,8kg)
Peso combinado (até 71,7kg): Fabrício Morango (71,7kg) x Tony Martin (71,2kg)